Onde está sua criança?

ONDE ESTÁ SUA CRIANÇA?

O sofrimento com o bullying fez parte de minha infância.  Parei de falar. Emudeci. Tinha medo.

Acredito que muitos de vocês sofreram como eu.

Hoje somos adultos.

Podemos ser bem sucedidos, talvez estar com bom emprego, podemos estar com depressão, manias, ou mesmo estar na merda.

“Precisamos conversar sobre abrir o sótão e deixar os fantasmas saírem.”

No final da nossa breve conversa te prometo uma luz e um chamado para reflexão.

Acho que alguns de vocês já devem ter passado ou estão passando por alguns dilemas como eu:

  • Como criar um filho?
  • Ensino a essência da bondade, da honestidade, sinceridade?
  • Mas e a selva em que todo dia caímos?
  • Competição, trapaça, corrupção, bullying, traição e tudo mais?

A palavra Bullying por sinal, deveria ser simplificada ao nosso português, evitando mais um anglicismo.

Bullying é “ameaça, zombaria, que chegam à agressão física de alguém menor ou mais fraco!”

Mais fraco?

Outro dia conheci através de meus filhos um vídeo em que eles não só se divertiam, mas ao mesmo tempo eles e as mensagens de todos que acompanhavam eram de apoio, reverência, e até doações em dinheiro.

Fui assistir o vídeo.

Ednaldo Pereira vale nada vale tudo

Num primeiro relance o sentimento que me veio foi de ridículo! Acho que muitos de vocês também sentiram.

Mas tinha algo de tão puro…

Passados alguns instantes lembrei da série do “Chaves”.

Minha esposa sempre me questionava como eu conseguia rir tanto com o programa do Chaves.  

“Parece algo tão simples e sem graça.”

“Ridículo!”

Mas é muito engraçado! Pipipipipipipi!

Voltando ao vídeo do Ednaldo.

Ednaldo Pereira nasceu no distrito de Cachoeira dos Guedes, município de Guarabira, estado da Paraíba com uma população aproximada de 1000 habitantes.

Vive com simplicidade, não se sabe com quem, tem uma dicção alterada, um jeito engraçado de caminhar. Não só isto.

Produz vários vídeos dentro de sua cidade desde 2002 e hoje chegou a 100.000 inscritos no seu canal no Youtube.

Revendo a sua história percebi que foi convidado e foi a dois eventos de TV.

  • Programa Ridículos no Show do Tom
  • Programa do Jô

Primeiro ato

Ednaldo Pereira canta no Ridículos do Show do TOM da Record

No programa do Ridículos do Show do Tom ficou clara a tradução da palavra Bullying .

Um ser puro, uma criança no corpo de um adulto, dançando de forma desengonçada e repetindo um refrão curto e desafinado de uma música.

Ao mesmo tempo patetas travestidos adultos, donos do circo pulando a sua frente.

E ao som de “Wath is the brother” lá no fundo, pagos para aplaudir e dançar, alguns se divertem e sentem algo puro.

Somente interrompidos pelos ” artistas” que cruzam a câmera vendo que o ridículo está fazendo mais sucesso que o próprio “Ridículos”.

Segundo ato

Já no programa do Jô ……  Flash!

A semelhança com o filme “The Joker” abriu uma porta.

Terceiro ato

A criança com maus tratos, com problemas mentais, contava piadas, e ria.

Ria das próprias piadas e as vezes de forma compulsiva, sem controle, especialmente quando ficava nervoso.

Talvez aquela alegria coibida e tão silenciada, precisasse explodir como um vulcão adormecido.

“Aliviando a dor, mas causando destruição.”

Se uma criança estivesse fazendo o vídeo de ambos, vestido de Ednaldo ou vestido de Arthur Fleck?

Qual seria a sua reação?

Que medo a pureza na sua maior ingenuidade nos traz?

Somos capazes de atrocidades como zombar, de menosprezar, fazer uso delas para autopromoção do ego, do canal de Tv, da audiência!

E pior, assistimos estas na TV!

As histórias traumáticas de vida como crianças de Ednaldo e de Arthur Fleck se repetem tantas vezes, mas estão silenciadas diante de tantas ameaças.

São histórias de sofrimento real.

Da vida.

Da realidade nua, crua e pura.

Por que alguns de nós riem da pureza e outros zombam e tentam destrui-la?

A psicologia responde isto como a reação de destruição daquilo que não temos ou não conseguimos ser!

“Depois de dez anos de solidão, a iluminação. Iluminado ele é agora uma criança

 eu reconheço Zaratustra. Seus olhos são puros e à volta de sua boca não ora nenhum desgosto.

Não anda ele como um dançarino?”

Nietzsche em uma citação de Zaratustra





Então veja a pureza de Ednaldo, da origem de Arthur Fleck, de Chaves.

Refletem a criança dentro de nós!

Somos os adultos transformados. De todos os tipos mais reais possíveis. De heróis a bandidos.

“Mas tem algo silenciado dentro de nós.

Fechado no sótão com nossos fantasmas.

Podemos abrir, deixar os fantasmas saírem.

Ou deixar para sempre fechado. A opção é somente nossa.

Só quero te contar que lá tem algo muito belo.

Muito puro!”

Que nos assusta pois fomos doutrinados ou coibidos a sermos adultos e “deixarmos de ser criança”.

Que medo de ser criança!

O que você fez com a criança dentro de você?

Como te prometi fica aqui uma luz .

“Criança não é o meio para se chegar ao adulto. Criança é fim, aonde todo adulto deve chegar”.  

Rubem Alves

@pedro_sabedotti

Sou médico radiologista e administrador de empresas de saúde de formação. Mas algo inquieto dentro de mim me incomodava. Um necessidade de criar. Algo novo. A transformação de uma infância de medo de falar em escrever tem me transformado. Me transporta a minha criança. Onde a criação ficou guardada para seu tempo correto. Escrever me ilumina. Escrever me permite criar. Escrever me deixa feliz. Escrever me permite falar com o interior de muitos no silêncio de minha voz, mas tocando a alma.

3 comentários em “Onde está sua criança?

  1. Pedro, que texto cheio de essência e verdade. Te falo por experiência própria que o me mantém de pé é meu “modo criança livre”. Descobri isso na terapia e foi lindo me conectar com essa criança! Aí, eu acabo concordando com Rubem Alves: Criança é o fim, Que sejamos crianças.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s